contato@liderinnovation.com.br | (11) 3311-7172 | +55 (11) 95362-8329

Laudos e demais

Laudos Emitidos pela Líder Innovation em Engenharia e Medicina de Segurança do Trabalho

Entre os serviços prestados pela Líder innovation em engenharia e medicina de Segurança do Trabalho podem ser mencionados os laudos de instalações elétricas, insalubridade e periculosidade. O laudo de instalações elétricas, preparado pela empresa de engenharia de segurança do trabalho, busca dirimir a margem de riscos de acidentes decorrentes de instalações em mau estado de conservação.

Cabe à empresa de engenharia de segurança do trabalho investigar o modo como é realizada a instalação, o tipo de material utilizado, a situação dos condutores e as condições desfavoráveis ao pleno funcionamento das instalações.

O laudo de insalubridade expedido pela empresa de engenharia de segurança do trabalho deverá apresentar os riscos físicos, químicos e biológicos aos quais os trabalhadores estão sujeitos. Os agentes nocivos à saúde precisam ser analisados e quantificados de acordo com metodologia definida pela legislação vigente.

Responsável também pela elaboração do laudo de periculosidade, a empresa de engenharia de Segurança do Trabalho deve investigar as atividades e operações consideradas perigosas dentro de uma empresa, como as radiações ionizantes ou as substâncias radioativas. O documento é produzido com base na experiência do perito especializado neste segmento, realizando a visita à instalação.

Laudo de Tubulações de Gás GLP

Objetivo

Atestar a estanqueidade do sistema de tubulação de gás, em conformidade com parâmetros técnicos da NR 13 - Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulações, estabelecendo por meio de medições e aferições, a integridade estrutural de vasos de pressão e suas tubulações de interligação nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e saúde de todos os ocupantes da edificação.

Procedimentos Técnicos

Pressurização de ar nas tubulações de gás, atestando estanqueidade de todo o sistema, adotando procedimentos técnicos específicos e ultrassom, via método não destrutivo, que tem por objetivo a detecção de defeitos ou descontinuidades internas, presentes nos materiais ferrosos ou não ferrosos.

Escopo ou Laudo

Atestar as conformidades dos elementos e sistemas operacionais de equipamentos mecânicos, as relativas a importantes exigências técnicas legais, determinadas pelas Normas Técnicas da NBR- ABNT e legislações brasileiras pertinentes.

Procedimentos Técnicos

  • Perícia Técnica com Equipamentos de Peritagem;
  • Elaboração de Laudo / Parecer Técnico;
  • Relatório Fotográfico;
  • Emissão de ART de Engenheiro Responsável;
Emissão de ART
A emissão da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) consiste em um documento emitido por um profissional legalmente habilitado, credenciado no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), em que são registradas as responsabilidades técnicas, dentro de um trabalho para uma empresa contratante. Nesse documento, o profissional legalmente habilitado comprova os direitos autorais do trabalho, a execução do trabalho, a comprovação do contrato existente e a experiência das atividades exercidas.
Laudo de Aterramento de Grua

Grua é um equipamento utilizado para movimentação de cargas e materiais, um equipamento aéreo acoplado, capaz de movimentar grandes cargas. Consiste num conjunto de motor possante, com roldanas acopladas a um ou mais cabos de alta resistência.

Aterramento da Guia

A parte metálica da grua deve ser aterrada, pois o contato acidental da parte energizada com a massa metálica aterrada estabelecerá um curto-circuito, provocando a atuação da proteção, interrompendo a ligação do circuito energizado com a massa, caso o sistema de proteção esteja instalado conforme a NBR 5410 e NBR 5419. Caso contrário, o primeiro elemento que tocar a massa metálica em contato com a terra fará parte de um novo circuito com graves consequências.

Condições para execução dos serviços: o acesso é por conta da contratante (escadas, andaimes, liberação do equipamento na data prevista, limpeza para ensaio de líquido penetrante, quando for o caso, ponto de água, energia, iluminação e extensões elétricas).

A nossa empresa, por meio de seu corpo técnico de engenharia, oferece acompanhamento e orientações técnicas em caso de reparo na estrutura.

Validade do Laudo: é recomendável a renovação anual ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização do laudo.

Laudo das Condições Sanitárias de Trabalho

Elaboração de Relatório Técnico das Condições Sanitárias e de Conformo nos Locais de Trabalho NR 24, contendo as referidas recomendações, a fim de atendimento à NR-24.

As áreas destinadas aos sanitários deverão atender às dimensões mínimas essenciais. O órgão regional competente em Segurança e Medicina do Trabalho poderá, à vista de perícia local, exigir alterações de metragem que atendam ao mínimo de conforto exigível. É considerada satisfatória a metragem de 1 metro quadrado, para cada sanitário, por 20 operários em atividade.

As instalações sanitárias deverão ser separadas por sexo.

As instalações sanitárias deverão ser submetidas à higienização permanente, de sorte que sejam mantidos limpos e desprovidos de quaisquer odores, durante toda a jornada de trabalho.

Os vasos sanitários deverão ser sifonados e possuir caixa de descarga automática externa de ferro fundido, material plástico ou fibrocimento.

Os chuveiros poderão ser de metal ou de plástico, e ser comandados por registros de metal à meia altura na parede.

O mictório deverá ser de porcelana vitrificada ou de outro material equivalente, liso e impermeável, provido de aparelho de descarga provocada ou automática, de fácil escoamento e limpeza, podendo apresentar a conformação do tipo calha ou cuba.

No mictório do tipo calha, de uso coletivo, cada segmento, no mínimo de 0,60 m, corresponderá a um mictório do tipo cuba.

Validade do Laudo: é recomendável a renovação anual ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização do laudo.

Laudo de Caldeiras e Vasos de Pressão

O objetivo do Laudo de Caldeiras NR 13 com ART visa classificar o prontuário, realizar testes e inspeção segura dos equipamentos, orientando os prazos dos testes de acordo com a norma regulamentadora.

Toda caldeira deve possuir no estabelecimento onde estiver instalada a seguinte documentação devidamente atualizada:

  • Prontuário da caldeira, fornecido por seu fabricante, contendo as informações: código de projeto e ano de edição;
  • Especificação dos materiais;
  • Procedimentos utilizados na fabricação, montagem e inspeção final;
  • Metodologia para estabelecimento da PMTA;
  • 13.4.4 - Inspeção de segurança de caldeiras;
  • 13.4.4.1 - As caldeiras devem ser submetidas às inspeções de segurança inicial, periódica e extraordinária;
  • 13.4.4.2 - A inspeção de segurança inicial deve ser feita em caldeiras novas, antes da entrada em funcionamento, no local de operação, devendo compreender exame interno, seguido de teste de estanqueidade e exame externo;
  • 13.4.4.3 - As caldeiras devem obrigatoriamente ser submetidas ao Teste Hidrostático – TH em sua fase de fabricação, com comprovação por meio de laudo assinado por PH, e ter o valor da pressão de teste afixado em sua placa de identificação;
  • 13.4.4.3.1 - Na falta de comprovação documental de que o Teste Hidrostático – TH tenha sido realizado na fase de fabricação, se aplicará o disposto a seguir: a) para equipamentos fabricados ou importados a partir da vigência desta NR, o TH deve ser feito durante a inspeção de segurança inicial; b) para equipamentos em operação antes da vigência desta NR, a critério do PH, o TH deve ser realizado na próxima inspeção de segurança periódica.
  • 13.4.4.4 - A inspeção de segurança periódica, constituída por exames internos e externos, deve ser executada nos seguintes prazos máximos: a) 12 (doze) meses para caldeiras das categorias A, B e C; b) 15 (quinze) meses para caldeiras de recuperação de álcalis de qualquer categoria; c) 24 (vinte e quatro) meses para caldeiras da categoria A, desde que aos 12 (doze) meses sejam testadas as pressões de abertura das válvulas de segurança.
Laudo de Ergonomia

O que é Laudo Ergonômico

O Laudo ou Análise Ergonômica é um documento que mostra os riscos ERGONÔMICOS do objeto, do posto ou do profissional.

O Laudo Ergonômico é obrigatório para todas as empresas que possuem empregados, cujas atividades ou operações os expõem a riscos, que por sua natureza ou métodos de trabalho impliquem em esforços de levantamento, transporte e descarga individual de materiais, ou outros que exigem postura forçada e ainda, esforços repetitivos.

Objetivo do Laudo Ergonômico

O laudo ergonômico tem por objetivo analisar as condições de trabalho dos setores administrativos e produtivos da empresa, ou mesmo de um estabelecimento particular como uma residência, sob os aspectos da ergonomia e das condições ambientais, visando fornecer subsídios para a empresa, ou para o solicitante, para implementar mudanças em sua organização e método de trabalho, no sentido de diminuir os riscos da ocorrência de acidentes e moléstias do trabalho.

O laudo ou análise ergonômica identifica os riscos ergonômicos, bem como recomenda as intervenções e ou adaptações necessárias, seja no ambiente de trabalho, mobiliário, máquinas, equipamentos e ferramentas, ou nos processos de trabalho, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente, além de preservar a saúde do trabalhador e em especial de prevenir o acometimento das LER/DORT (Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho).

Hoje, muitas pessoas buscam a melhoria de sua qualidade de vida, principalmente de seus cuidados pessoais com sua coluna e seu complexo musculoesquelético.

Como são Avaliados os Riscos dos Ambientes de Trabalho

Os riscos dos ambientes de trabalho são avaliados de forma qualitativa, fazendo o enquadramento de acordo com os dispositivos legais.

Quem é o Responsável pela Elaboração e Assinatura do Laudo Ergonômico

O Laudo Ergonômico deve ser realizado por uma equipe de especialistas em estudos ergonômicos e riscos ambientais à saúde, produzindo o material descrito das operações, dos ambientes e dos equipamentos utilizados, permitindo elaborar considerações e recomendações à respeito dos métodos e da organização do trabalho com relação às atividades inerentes à administração.

O responsável pelo laudo é a pessoa que tem a habilitação para a função, ou seja, um Engenheiro de Segurança do Trabalho, que é o profissional “legalmente habilitado” na área de segurança do trabalho e devidamente credenciado no CREA – Conselho Regional de Engenharia; também pode ser o fisioterapeuta com especialização e conhecimento em ergonomia; ou ainda outro profissional que realmente tenha a especialização, a habilitação e a capacitação para fazer essa análise técnica.

Obrigatoriedade das Empresas Possuírem o Laudo Ergonômico

A Norma Regulamentadora – NR-17 de Ergonomia (Lei nº 6514/77 – Portaria nº 3751/90) estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação por parte de todas as empresas que admitam empregados que estejam expostos aos riscos ergonômicos.

Validade do Laudo Ergonômico

Conforme o PPRA, subitem 9.2.1.1. NR-09, sempre que necessário, deverá ser efetuada, pelo menos uma vez ao ano, uma análise global do Laudo Ergonômico para avaliação do seu desenvolvimento e realização dos ajustes necessários e estabelecimento de novas metas e prioridades. Evidentemente, se houver modificações no posto, no trabalho ou no usuário, o laudo deve ser refeito.

Tempo que Deve Ser Guardado o Laudo Ergonômico

A exemplo do PPRA, os dados deverão ser mantidos por um período mínimo de 20 (vinte) anos.

Laudo de SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas)

Durante tempestades, é muito comum ver raios clareando o céu. Esse fenômeno da natureza assusta muitas pessoas, porque é impossível saber onde ele vai cair e qual estrago pode causar. E, para evitar que edificações sejam alvos de raios, colocando as pessoas e instalações em risco, é obrigatório que as construções sejam equipadas com o para-raios.

Porém, para que a instalação desse dispositivo seja correta e, de fato, garanta a segurança dos indivíduos, é necessária a verificação de um engenheiro elétrico, perito sobre as condições do local. As avaliações técnicas são agrupadas em um documento chamado Laudo de SPDA e Aterramento.

A conclusão desse laudo é incluída no Prontuário das Instalações Elétricas e então o prédio estará legalmente dentro das exigências legais e assegurado quanto à eficácia do sistema SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas).

Como o Laudo de SPDA e Aterramento consta na NR10, sua realização é obrigatória por lei e deve ser feita anualmente para garantir que o sistema permaneça adequado, já que este pode sofrer alterações com a passagem do tempo. Se a perícia elétrica indicar alguma irregularidade, o responsável pela edificação será orientado a adequar para que ele seja renovado.

É importante ressaltar que, caso ocorra danos nas instalações ou ferimentos em pessoas do condomínio, a empresa ou o edifício, o síndico e o proprietário/diretor do estabelecimento serão responsáveis legalmente, sendo negligentes na omissão e na manutenção preventiva, por meio do Laudo de Spda e Aterramento.

Laudo Técnico de Periculosidade

Para que Serve o Laudo de Periculosidade Elaborado pela Líder Innovation?

A elaboração do Laudo de Periculosidade é obrigação legal, contida na NR-16 e tem como objetivo verificar se determinada atividade/operação enseja o pagamento de adicional de periculosidade no percentual de 30% sobre o salário contratual do trabalhador.

Quais Atividades Dão Direito ao Adicional de Periculosidade?

Atualmente, são seis as atividades e/ou operações que ensejam o pagamento de adicional de periculosidade.

Como a Líder Innovation Pode me Ajudar com o Laudo de Periculosidade?

A Líder Innovation possui profissionais altamente capacitados e atualizados para analisar as atividades e as operações exercidas dentro do ambiente de trabalho de sua empresa e concluir se são ou não realizadas em condições de periculosidade.

Laudo de Insalubridade – NR-15

Para que Serve o Laudo de Insalubridade?

A elaboração do Laudo de Insalubridade é obrigação contida no subitem 15.4.1.1, da NR-15, e visa constatar se determinada atividade/operação expõe o trabalhador aos agentes nocivos (físicos, químicos e/ou biológicos), aos quais a concentração ou a intensidade podem ser nocivas à saúde do trabalhador.

Caso caracterizada a insalubridade, o trabalhador terá direito a receber adicional de 10%, 20% ou 40%, a depender do tipo de agente a que está exposto, incidente sobre o salário mínimo.

O Laudo de Insalubridade pode ser elaborado somente por Engenheiro de Segurança do Trabalho ou Médico do Trabalho.

Quais os Principais Requisitos que Constam no Laudo de Insalubridade da Líder Innovation?

Os critérios utilizados (verificação física in loco) das atividades são:

  • Descrição do instrumental utilizado;
  • Metodologia de avaliação (qualitativa ou quantitativa);
  • A descrição das condições de trabalho e o tempo de exposição aos agentes insalubres existentes no local de trabalho;
  • As medidas para eliminação e/ou neutralização da insalubridade, quando existentes.

Como a Líder Innovation Pode me Ajudar com o Laudo de Insalubridade?

A Líder Innovation possui profissionais altamente capacitados e atualizados para analisar as atividades e as operações exercidas dentro do ambiente de trabalho da sua empresa e concluir se são ou não realizadas em condições de insalubridade.

O Laudo de Insalubridade elaborado pela Líder Innovation dispõe de caráter técnico-jurídico e possui sustentação legal e normativa. Poderá ser utilizado como meio de prova em processos judiciais trabalhistas, se necessário.

Laudo L.T.C.A.T. – Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho

O que é L.T.C.A.T.?

O Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho – LTCAT corresponde ao resultado de levantamento técnico-ambiental para identificar a presença e a exposição dos trabalhadores aos agentes físicos, químicos e/ou biológicos, em condições que gerem o direito à aposentadoria especial. Além disso, o LTCAT é a base de informações para o preenchimento do Perfil Profissiográfico Previdenciário – PPP.

Quem Pode Elaborar o LTCAT?

A legislação previdenciária estipula que o LTCAT deve ser elaborado exclusivamente pelo Engenheiro de Segurança do Trabalho ou Médico do Trabalho, devidamente habilitado em seus respectivos órgãos de classe (CREA e CRM).

Como a Líder Innovation Pode me Ajudar com o LTCAT?

A Líder Innovation dispõe de equipe multidisciplinar de profissionais e parceiros aptos a efetuar o levantamento ambiental para a elaboração de LTCAT, em quaisquer que sejam as atividades ou segmentos empresariais.

Laudo PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional- NR 07)

Como é Elaborado e Desenvolvido o PCMSO da Líder Innovation?

A Líder Innovation desenvolve o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) que, em conjunto com o PPRA, constitui importante programa destinado à promoção da saúde ocupacional e prevenção de acidentes do trabalho.

O PCMSO é obrigatório para todas as empresas que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.

Quais Exames Médicos Clínicos Estão Inseridos no PCMSO?

Exame Médico Admissional

Deve ser realizado antes que o trabalhador seja admitido. Os exames (clínicos e complementares) irão variar de acordo com a atividade que o trabalhador executará, bem como dos riscos previamente identificados no PPRA.

Exame Demissional

Deve ser realizado na rescisão do contrato de trabalho, obrigatoriamente até a data da homologação, desde que o último exame médico ocupacional tenha sido realizado há mais de 135 (cento e trinta e cinco) dias para as empresas de grau de risco 1 e 2; ou 90 (noventa) dias para as empresas de grau de risco 3 e 4. Nos casos em que a homologação é dispensada, deverá ser realizado até a formalização da rescisão do contrato de trabalho.

O objetivo é que sirva como prova de que o trabalhador não adquiriu nenhuma doença causada pelo ambiente de trabalho da empresa.

Exame Médico Periódico

Tem o objetivo de acompanhar o controle da saúde do trabalhador. A periodicidade dos exames é determinada com base na atividade, podendo variar de seis meses a dois anos.

Exame Médico de Mudança de Função

Deverá ser realizado somente quando ocorrer mudança dos agentes nocivos a que o trabalhador está exposto.

Após a realização dos exames médicos definidos no PCMSO, é emitido o Atestado de Saúde Ocupacional, em duas vias, sendo uma entregue ao trabalhador e outra à empresa, como prova de que está apto a exercer a suas atividades.

Como a Líder Innovation Pode Ajudar a Minha Empresa com o PCMSO?

A Líder Innovation tem uma ampla rede de clínicas médicas credenciadas e aptas para auxiliar a sua empresa na elaboração e na gestão do PCMSO.

Laudo PPRA – (Programa Prevenção de Riscos Ambientais) - NR 09

A Líder innovation desenvolve o PPRA de seus clientes, partindo do levantamento de campo inicial para a coleta de informações e reconhecimento dos riscos ocupacionais a que os trabalhadores estão expostos durante as suas atividades operacionais. É realizado por um profissional habilitado com especialização em Segurança do Trabalho.

Após este levantamento, todas as informações são inseridas em nosso sistema informatizado, para elaboração do documento-base do PPRA, contemplando os riscos identificados, as medidas de controle existentes e recomendadas, bem como o cronograma anual de atividades, com definição de periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA.

Tudo isso, para que o PPRA da sua empresa esteja sempre atualizado durante o ano, e não somente quando da análise global anual como prevê a NR-09.

Laudo PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário

O que é o PPP?

O Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) corresponde a um documento histórico-laboral, individual, que contém informações relativas à exposição aos agentes nocivos para cada trabalhador que presta serviços à empresa, elaborado com base no Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho – LTCAT.

O PPP deve ser entregue ao trabalhador, em regra, na ocasião da rescisão do contrato de trabalho e mantido sempre atualizado, da seguinte forma:

  • Anualmente;
  • Sempre que houver mudança no ambiente de trabalho;
  • Sempre que houver mudança de função.

Para que Serve o PPP?

Para o trabalhador, o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) é o documento-formulário que possibilita ao trabalhador demonstrar perante o Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS) sua efetiva exposição permanente aos agentes nocivos físicos, químicos, biológicos ou associação de agentes, que ensejam a concessão de aposentadoria especial de trabalho em condições especiais.

Para a empresa, o PPP objetiva prover a empresa de meios de prova produzidos em tempo real, de modo a organizar e individualizar as informações contidas em seus diversos setores ao longo dos anos, possibilitando que a empresa evite ações judiciais indevidas relativas a seus trabalhadores, dentre outros objetivos.

Como a Líder Innovation Pode me Ajudar com o PPP?

A Líder Innovation está preparada para emitir o PPP da sua empresa, seja qual for a sua área de atuação, depois de elaborados e implantados o PPRA e o PCMSO.

Cada PPP emitido passa por uma criteriosa análise técnico-jurídica, com o objetivo de assegurar a consistência das informações inseridas no formulário, em articulação com a ficha de registro de empregado, carteira de trabalho, bem como com os laudos ambientais da empresa.

Atestado Para-Raios

O objetivo do Laudo de Para-Raios ou Laudo de SPDA é fornecer informações referentes às atuais condições da instalação do SPDA – Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (Para-Raios).

Deve ter como base o fato de que um sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) é projetado para proteger uma estrutura, interceptando os raios e encaminhando suas correntes (extremamente altas) para a terra. Um bom SPDA deve possuir uma rede de terminais aéreos, condutores de interligação (descidas), e eletrodos de aterramento projetados para fornecer um caminho de baixa impedância para a terra.

Também deve ser elaborado, visando à segurança das instalações, já que os Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) tendem a mitigar o risco de incêndio que raios representam para estruturas. Um SPDA fornece um caminho de baixa impedância para a corrente do raio com o objetivo de diminuir o efeito de aquecimento provocado pela corrente que flui através de materiais das estruturas (eventualmente inflamáveis). Se um raio flui através de materiais porosos e saturados de água, esses materiais podem literalmente explodir se o seu teor de água é transformado em vapor pelo calor produzido a partir da alta corrente.

Atestado de Elétrica

Os Laudos de Instalações Elétricas são um documento oficial, emitido pelo perito, em que deve constar as informações levantadas, vistoriadas, medidas ou analisadas, de forma a verificar se cada sistema dentro de uma instalação está em conformidade com as normas e legislações vigentes.

Dentre os laudos mais importantes, temos o Laudo do SPDA - Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas, ou comumente chamado de Laudo de Para-Raios. Ele deve atender às exigências da NBR 5419, averiguando as condições de projeto, instalação e manutenção de para-raios, bem como de proteção de pessoas e instalações no seu aspecto físico dentro do volume protegido.

Segundo a NBR 5419 - Proteção de Estruturas Contra Descargas Atmosféricas em seu item 6.3.1, a inspeção visual do para-raios deve ser feita anualmente. Já a inspeção completa deve ser feita no máximo a cada cinco anos para a maioria das estruturas, com exceção das destinadas para grande concentração pública (que deve ser feita no máximo a cada três anos) ou área classificada como alto risco de incêndio, explosão, ou corrosão atmosférica severa (regiões litorâneas e ambientes industriais com atmosfera agressiva).

Outro laudo de instalações muito importante é o Laudo de Instalações Elétricas. Tem por finalidade a verificação das condições de manutenção das instalações elétricas, principalmente referente à proteção de pessoas e equipamentos. Contempla, além da verificação de atendimento às normas técnicas, para prevenção de incêndios, danos materiais, queimadas, entre outros; as normas do Ministério do Trabalho, para prevenir a integridade física do colaborador no exercício de suas atividades. O Laudo de Instalações Elétricas faz um pente fino em toda a instalação elétrica a fim de apontar tudo que possa ocasionar lesão, dano ou prejuízo.

Atestado de Grupo Moto Gerador – Instrução Técnica

É um documento que contém informações sobre a abrangência, autonomia e automatização. Envolve suas funcionalidades, o seu reconhecimento, bem como o responsável técnico.

É exigido pelo Corpo de Bombeiros para aquisição e renovação do AVCB, prefeituras e seguradoras.

Consiste em atestar as condições de atendimento e de operação do sistema de iluminação de emergência do grupo moto gerador em conformidade NBR 10898/2013 (Sistema de Iluminação de Emergência).

O Atestado de Abrangência Moto Gerador – Anexo P – deve ser elaborado por um profissional legalmente habilitado, efetuando o recolhimento da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

Laudo PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário

O que é o PPP?

O Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) corresponde a um documento histórico- laboral, individual, que contém informações relativas à exposição aos agentes nocivos para cada trabalhador que presta serviços à empresa, elaborado com base no Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho – LTCAT.

O PPP deve ser entregue ao trabalhador, em regra, na ocasião da rescisão do contrato de trabalho e mantido sempre atualizado, da seguinte forma:

  • Anualmente;
  • Sempre que houver mudança no ambiente de trabalho;
  • Sempre que houver mudança de função;

Para que serve o PPP?

Para o trabalhador, o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) é o documento-formulário que possibilita ao trabalhador demonstrar perante o Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS) sua efetiva exposição permanente aos agentes nocivos físicos, químicos, biológicos ou associação de agentes, que ensejam a concessão de aposentadoria especial de trabalho em condições especiais.

Para a empresa, o PPP objetiva prover a empresa de meios de prova produzidos em tempo real, de modo a organizar e individualizar as informações contidas em seus diversos setores ao longo dos anos, possibilitando que a empresa evite ações judiciais indevidas relativas a seus trabalhadores, dentre outros objetivos.

Como a Líder Innovation pode me ajudar com o PPP?

A Líder Innovation está preparada para emitir o PPP da sua empresa, seja qual for a sua área de atuação, depois de elaborados e implantados o PPRA e o PCMSO.

Cada PPP emitido passa por uma criteriosa análise técnico-jurídica, com o objetivo de assegurar a consistência das informações inseridas no formulário, em articulação com a ficha de registro de empregado, carteira de trabalho, bem como com os laudos ambientais da empresa.

Atestado Para-Raios

O objetivo do Laudo de Para-Raios ou Laudo de SPDA é fornecer informações referentes às atuais condições da instalação do SPDA – Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (Para-Raios).

Deve ter como base o fato de que um sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) é projetado para proteger uma estrutura, interceptando os raios e encaminhando suas correntes (extremamente altas) para a terra. Um bom SPDA deve possuir uma rede de terminais aéreos, condutores de interligação (descidas), e eletrodos de aterramento projetados para fornecer um caminho de baixa impedância para a terra.

Também deve ser elaborado, visando à segurança das instalações, já que os Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) tendem a mitigar o risco de incêndio que raios representam para estruturas. Um SPDA fornece um caminho de baixa impedância para a corrente do raio com o objetivo de diminuir o efeito de aquecimento provocado pela corrente que flui através de materiais das estruturas (eventualmente inflamáveis). Se um raio flui através de materiais porosos e saturados de água, esses materiais podem literalmente explodir se o seu teor de água é transformado em vapor pelo calor produzido a partir da alta corrente.

Atestado de Elétrica

Os Laudos de Instalações Elétricas são um documento oficial, emitido pelo perito, em que deve constar as informações levantadas, vistoriadas, medidas ou analisadas, de forma a verificar se cada sistema dentro de uma instalação está em conformidade com as normas e legislações vigentes.

Dentre os laudos mais importantes, temos o Laudo do SPDA - Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas, ou comumente chamado de Laudo de Para-Raios. Ele deve atender às exigências da NBR 5419, averiguando as condições de projeto, instalação e manutenção de para-raios, bem como de proteção de pessoas e instalações no seu aspecto físico dentro do volume protegido.

Segundo a NBR 5419 - Proteção de Estruturas Contra Descargas Atmosféricas em seu item 6.3.1, a inspeção visual do para-raios deve ser feita anualmente. Já a inspeção completa deve ser feita no máximo a cada cinco anos para a maioria das estruturas, com exceção das destinadas para grande concentração pública (que deve ser feita no máximo a cada três anos) ou área classificada como alto risco de incêndio, explosão, ou corrosão atmosférica severa (regiões litorâneas e ambientes industriais com atmosfera agressiva).

Outro laudo de instalações muito importante é o Laudo de Instalações Elétricas. Tem por finalidade a verificação das condições de manutenção das instalações elétricas, principalmente referente à proteção de pessoas e equipamentos. Comtempla, além da verificação de atendimento às normas técnicas, para prevenção de incêndios, danos materiais, queimas, entre outros; as normas do Ministério do Trabalho, para prevenir a integridade física do colaborador no exercício de suas atividades. O Laudo de Instalações Elétricas faz um pente fino em toda a instalação elétrica a fim de apontar tudo que possa ocasionar lesão, dano ou prejuízo.

Atestado de Grupo Moto Gerador – Instrução Técnica

É um documento que contém informações sobre a abrangência, autonomia e automatização. Envolve suas funcionalidades, o seu reconhecimento, bem como o responsável técnico.

É exigido pelo Corpo de Bombeiros para aquisição e renovação do AVCB, prefeituras e seguradoras.

Consiste em atestar as condições de atendimento e de operação do sistema de iluminação de emergência do grupo moto gerador em conformidade NBR 10898/2013 (Sistema de Iluminação de Emergência).

O Atestado de Abrangência Moto Gerador –  Anexo P – deve ser elaborado por um profissional legalmente habilitado, efetuando o recolhimento da  ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

Contato


  • +55 (11) 95362-8329

  • +55 (11) 95362-8329

  • (11) 3311-7172

Endereço


  • Rua Riskallah Jorge, 103

  • Centro - São Paulo

  • CEP 01032-010

Todos os direitos reservados

Olá, fale com a Lider Innovation por Whatsapp

Fale por WhatsApp
Close and go back to page